Home » » CONTOS CUCKOLD: MARIDO LIBERA ESPOSA

CONTOS CUCKOLD: MARIDO LIBERA ESPOSA

Esposa Dra. Vadia & Marido Empresário Liberal
Olá amigos, bem vou começar a narrar aqui o que esta acontecendo, é real, nada aqui será inventado ou aumentado. Vamos as apresentações: Somos de SP – Capital, minha esposa se chama Mariana, advogada, 36 anos, morena de olhos e cabelos castanhos, 1,65 mt de muita gostosura. Ela é muita safada na cama, nunca tivemos problemas com sexo vaginal, oral (chega a engolir e deixar o pau limpinho) e anal, apesar de reclamar que dói, xoxota pequeninha, bem depiladinha. Eu sou empresário, tenho 40 anos, moreno, olhos e cabelos castanhos, 1,77 mt e 75 quilos. Adoro sexo, sou tarado por minha esposa. Estamos juntos a mais de 15 anos e lógico que durante este tempo é normal haver um desgaste no relacionamento, nos damos muito bem, mas a parte sexual andava meio fria. Eu sempre desejei que ela saísse com outros homens para transar, ela apesar de gostar da idéia sempre ficou meio preocupada.
Há um mês, perto do fórum que ela frequenta tem um estacionamento que ela sempre usa para deixar o carro e ir ao fórum, coisa de advogada, o cara do estacionamento um moreno mais voltado para mulato, lutador de ju-jitsu, começou a dar em cima dela, mesmo sabendo que ela é casada. Ela comentou comigo e depois de uns tempos ele pediu o telefone dela, começou a ligar e insistir para que ela saísse com ele, bem dou aula em faculdade e então numa sexta – feira, há uns dias atrás ela me falou que ele ligou e que queria sair com ela, ela perguntou se podia e eu falei que sim, mas que ela me contasse tudo em detalhes, ela combinou de sair com ele nesta sexta – feira passada. No dia marcado, ela tomou banho, passou creme da Victória Secret no corpo, eu ajudei ela passar o crema no bundinha e na xoxota, ela perguntou se a pela estava macia para outro comer, colocou um vestidinho lindo, bem justo no corpo, um saltinho e uma calcinha deliciosa, me deixou na faculdade as 19 horas e foi busca-lo no trabalho dele, de lá seguiram para um motel na Av. Ricardo Jafet, quem é de São Paulo conhece e do motel me mandou uma mensagem dizendo: Motel Elegance...ao receber a mensagem eu sabia que ela iria trepar com ele.
Foram as 3 horas mais longas da minha vida, o tempo não passava, eu tendo que dar aula e pensando o que ela estaria fazendo, como ela estaria levando rola, se estava gostando, enfim... As 22H30 eu sai da faculdade e ela estava me esperando, sem maquiagem, a maior cara de vadia, entramos no carro e ela toda carinhosa, me dizendo que me amava, perguntei como foi, pois estava morrendo de tesão, ela pegou minha mão e levou para a bucetinha, a safada estava sem calcinha, toda molhada, então ela me contou que chupou o pau dele, que ele comeu ela duas vezes, que ele demora muito para gozar, que ele bateu na cara dela quando estava gozando, bateu na bunda dela com muita força, sem dó, e mandou-a falar que era a Dra. Vadia dele, a Dra. Puta dele, a Dra. Vagabunda dele... Que ela adorou trepar com ele. Perguntei se ele havia comida a bunda dela, ela falou ainda não e deu uma risadinha safada, perguntei se ele gozou na boca dela, e ela falou que desta vez não, mas vai gozar. Falei: então vai ter mais e ela com a maior cara de puta falou: claro, agora vou ser a Dra. Putinha Dele esqueceu...adorei trepar com um bronco, grosso, que fala errado, mas que me fodeu com muita vontade.
Chegamos em casa, eu morrendo de tesão, ela tirou o vestido e falou: olha o que eu trouxe para você. Quando olhei ela estava com uma chupada deliciosa no peitinho. Então tirei minha roupa e ela chupou meu pau igual chupou o dele, eu deitado na cama e ela me chupando, lambendo a cabeça do meu pau, engolindo tudo, chupando meu saco, e falando, eu chupei o pau dele assim, duas vezes, engoli tudo, lambia a cabeça da rola dele. Então ela falou que depois ele pegou a camisinha, detalhe que me esqueci de contar, eu havia comprado a camisinha para ela usar, a mandou abrir as pernas e meteu tudo nela, ela falou que ele colocou as pernas dela no ombro dele e meteu sem dó, chegou até a doer e falava que ela era muito apertada, e fodendo, aproximadamente uns 40 minutos fodendo ela até que ela gozou e ele também, inclusive com ela levando tapa na cara e puxões de cabelo, além de chupadas no peitinho. Nesta hora eu estava metendo nela também, naquela buceta que estava toda fudida e muito mais gostosa. Dei uma deliciosa gostada nela e paramos um pouco, mas o tesão continuava. Em tão ela falou que ele gozou e o pau dele não amoleceu, que ela chupou o pau dele de novo e ele a mandou sentar na rola dele, ela falou: ele fala assim mesmo, chupa minha rola Dra Puta, senta na minha rola Dra. Vadia. Que ela sentou e ele ficou metendo, chupando os peitinhos dela e dando tapas na bunda dela, mas tapas para valer, sem dó... Foram mais uns 40 minutos metendo nela até gozar de novo. Eu dava mais uma metidinha nela nesta hora, gozando também pela segunda vez. Ficaram conversando e depois se trocaram e ela o deixou no metro e foi me buscar. Nossa que tesão saber que sua esposa, advogada, que você beija a boca dela, que paga para ela se cuidar, unhas, cabelos, depilação estava trepando com outro cara e ainda mais bronco, sem dó de meter nela.
Ela então falou, amor, adorei trepar com ele, esta semana é aniversário dele, quero que ele venha aqui em casa me comer na nossa cama, quero chupar o pau dele até ele gozar na minha boquinha e eu engolir tudo, quero dar o presente de aniversário dele. Perguntei o que você vai dar de presente para ele? Ela falou meu cuzinho. Comprar um lubrificante para que eu não sofra tanto e pode se acostumar porque vou continuar trepando com ele. Bem isso tudo é verdade e vou dizer para você, se eu soubesse que ser corno era tão tesudo já teria sido deste o tempo de namoro. Combinamos que ela vai trepar com ele quando ela quiser e depois me contar tudo e que esta semana (final de outubro e começo de novembro) vai ser meu batismo de corno absoluto, pois ela vai trepar com ele na nossa casa e na nossa cama. Depois eu conto tudo como foi, vamos esperar acontecer. Quem quiser mandar e-mail: mig.cardoso123@gmail.com só uma última coisa, no sábado vamos para um motel e ela estava toda dolorida, pois disse que o negócio com ele é muito forte e depois ainda teve que trepar comigo também, apesar de ser mais leve comigo.

0 comments:

Post a Comment

 
Copyright © 2011. The Most Beautiful Charming - All Rights Reserved
Proudly powered by Blogger